segunda-feira, 16 de julho de 2012

Quem vem para o jantar? #11

"Quem vem para o jantar?" é a coluna mensal do Além da Contracapa em que um jantar fictício se torna a ocasião em que personagens e autores interagem em encontros inusitados. 

O jantar desse mês recebe dois dos amigos mais leais (e pacienciosos) que alguém pode ter. Seus melhores amigos são homens brilhantes, cada um a sua maneira, trabalham na mesma área de atuação e têm ambos suas excentricidades. Algo me diz que esse será um jantar bastante interessante e que nossos convidados terão muitos assuntos em comum e muitas histórias para compartilhar. São eles: Arthur Hastings – o melhor amigo do grande detetive Hercule Poirot – e John Watson – o fiel companheiro do detetive Sherlock Holmes.

O primeiro a chegar é o Dr. Watson e como é estranho vê-lo sem o seu companheiro! Ele que mais que amigo de Sherlock Holmes é quase um amigo do leitor, visto que são suas palavras que nos contam as aventuras do detetive. Além disso, Watson é um personagem com quem é fácil se identificar, afinal, assim como ele, o leitor também fica perdido no decorrer da investigação e não consegue compreender as brilhantes e ágeis deduções de Sherlock até que ele as explique. É por isso que, mesmo acompanhando de perto os acontecimentos e a investigação, Watson nunca sabe ao certo o que está acontecendo, até que Sherlock ilumine seu caminho. Watson é colega de quarto de Sherlock o que lhe deixa em posição privilegiada para testemunhar como a mente do detetive funciona, infelizmente, isso também o obriga a tolerar o comportamento por vezes extremamente irritante do detetive mais famoso da literatura policial, criação de Sir Arthur Conan Doyle. “Um estudo em vermelho” e “O Cão dos Baskervilles” são algumas das aventuras de Sherlock Holmes que conhecemos através das palavras de John Watson.

E logo em seguida chega o Capitão Hastings. Menos conhecido do público do que Watson, Hastings não acompanha o insuperável Hercule Poirot com a mesma frequência com que nosso primeiro convidado acompanha Sherlock Holmes. Hastings e Poirot são amigos, conhecidos de longa data, mas não são sócios ou parceiros. No caso de Hastings, ele tem a sorte (ou o azar, dependendo do ponto de vista) de estar ao lado de seu amigo quando incidentes acontecem em seu caminho durante férias ou viagens, por exemplo. Hastings faz sua estreia e tem sua despedida nos mesmos livros que Poirot: “O Misterioso Caso de Styles” e “Cai o Pano”, respectivamente, que vem a ser o primeiro e último livros da Dama do Crime, Agatha Christie. Embora não acompanhe Poirot em todos os casos, Arthur Hastings também deixou sua marca na literatura policial, sendo o responsável por narrar para o leitor as aventuras que compartilha com o amigo. Levando em consideração a extensão da obra de Agatha Christie e o número de casos de Hercule Poirot, pode-se dizer que a participação de Arthur Hastings é pequena, mas pode ser conferida em “A Casa do Penhasco”, “Os Quatro Grandes” (RESENHA) e “Os Crimes ABC”, entre outros.

Por sorte não tivemos nenhum incidente trágico nesta noite. Talvez isso se deva a ausência dos amigos dos nossos convidados: os detetives que parecem ser chamarizes para tais acontecimentos. Como eu previra, o jantar se revelou um evento inesquecível. Espero que os dois cavalheiros tenham se sentido da mesma forma que eu. Quem sabe um dia nosso adorável jantar seja contado por eles nas páginas dos livros? Quem sabe...


9 comentários:

Luara Cardoso disse...

Olha, você tem ótimos convidados esse mês ein? Claro que o Capitão Hastings seria um excelente convidado para mim, mas se eu tivesse que escolher, escolheria o Watson. Pelo menos eu teria com quem compartilhar o fato de que nunca consigo adivinhar o que aconteceu antes do Sherlock explicar. :/

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

Anônimo disse...

Acho bem interessante essa coluna do blog.
Mas dessa vez eu nao conheço nenhum dos convidados! :p
Abraços,
@deh_koenig

Elis Paulina disse...

Oi Mari, que legal esse post, acho que é o primeiro que leio.
Os convidados são muito bons e tem tudo para ser uma boa noite. O bom é que não aconteceu nem um incidente :D

Elis Elger

Francielle Couto disse...

Que belezura de jantar, hein! Sim, porque como companhia você tem personalidades ótimas. Arthur Hastings é o meu favorito, devo confessar. Lembro-me muito bem de O Misterioso Caso de Styles e Os Crimes ABC e a qualidade das respectivas histórias. s2 Ain ain, muito bom.
Não conhecia muito bem a coluna, mas através dessa postagem pude compreender melhor como ela funciona e tenho que admitir: que criatividade! Muito show de bola. Parabéns!

Um abraço!
http://universoliterario.blogspot.com.br

Gislaine Alves disse...

Eu adorei a coluna, não conhecia ainda! A ideia é bem original, diferente e inovadora. A, você já convidou o pessoal de Hogwarts para jantar?? *se intrometendo* Um jantar com eles, sem a Sonserina no meio seria realmente memorável! u_u
Como só conheço o Watson, o convidaria sem problemas.

Gislaine Alves,
jeito-inedito.blogspot.com

Vanessa Marques disse...

Ainda não conhecia essa coluna, Gostei da ideia muito criativa...
Que otimos convidados !!!!

seguidor : vanessa

Mariana Fontana Szewkies disse...

Oi Gislaine!

Que bom que você gostou da coluna :)
Sobre a sua sugestão, tem um aluno de Hogwarts que foi um dos nossos primeiros convidados. Foi Rony Weasley no terceiro jantar (http://alemdacontracapa.blogspot.com.br/2011/11/harry-hole-heathcliff-rony-weasley-quem.html)Quem sabe um dia desses convidamos mais alguns?

Um abraço
Mari

Enfim Shakespeare disse...

Olá seguindo o Blog!

Amei seu cantinho.

http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

Kazake disse...

Gostei da sua coluna, bem criativa, amei =]
O Watson é hilário, rs. Sem dúvidas só ele já iria garantir um jantar daqueles, o segundo poucas vezes ouvi falar, mas é para fechar o jantar com classe =]

Seguidora - Anne Gregory - Kazake

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger