sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Quem vem para o jantar? #15

"Quem vem para o jantar?" é a coluna mensal do Além da Contracapa em que um jantar fictício se torna a ocasião em que personagens e autores interagem em encontros inusitados. 

Sempre bem vinda, a turma de Hogwarts marca presença mais uma vez em nossos jantares. Esta será uma recepção especial, pois será exclusivamente para eles, porque estes três convidados são os meus personagens favoritos, dentre os inúmeros inesquecíveis criados por J.K. Rowling. Ainda não sei se será uma boa ideia juntá-los nesta noite, afinal dois deles tem um histórico complicado e não se gostam desde seus tempos de estudante na escola de magia e bruxaria. Mas, com tanta água embaixo da ponte, quem sabe o que pode acontecer?

Mesmo tendo uma participação menor na saga (apenas 3 livros contam com sua presença) o padrinho de Harry, Sirius Black, é o queridinho do meu coração. Ele é o responsável por “O Prizioneiro de Azkaban” ser o título que brilha quando alguém me pergunta qual dos sete livros é o meu favorito. Embora tenha menos acontecimentos emocionantes e nem mesmo conte com a presença de Lord Voldemort, “O Prizioneiro de Azkaban” tem Sirius Black e isso é muita coisa. Sirius perdeu seus melhores amigos de forma trágica, sofreu durante anos na temível prisão e ainda conseguiu manter, não apenas a sanidade, mas também o amor pelo afilhado e a cara-de-pau. Sim, a cara-de-pau e audácia de Sirius Black são alguns dos ingredientes que temperam esse delicioso e queridíssimo personagem. Sua morte é, de longe, a mais sentida por mim e uma das razões pelas quais Bellatrix Lestrange é a personagem que mais detesto da saga (sentimento que veio a ser reforçado pela interpretação da ótima Helena Bonham Carter no papel da bruxa desequilibrada, devota ao Lord das trevas e sem a menor noção de amor ou qualquer outro sentimento nobre).

Quando menciono o segundo convidado como um dos meus personagens favoritos, o estranhamento é grande, mesmo que com o fim da saga muitos tenham passado a vê-lo com outros olhos. Não foi o meu caso, porque eu sempre gostei de Severo Snape. Desde quando seus esforços para salvar Harry são revelados em “A Pedra Filosofal”, eu sempre acreditei que o amargo e mal-humorado professor era “bonzinho” e tinha, sim, deixado o lado das trevas (ok, confesso que depois da morte de Dumbledore duvidei disso por um momento, mas eu sabia que ele não iria me decepcionar). Snape é sofrido, reprimido, foi mal compreendido por quase sua vida inteira, mas gosto de pensar que tenha ganhado o reconhecimento merecido após a sua morte. Alias, falando em morte, eu disse que a morte de Sirius era a mais sentida por mim, mas agora que penso na morte de Snape, já não tenho tanta certeza. Lembro-me de estar morta de sono, mas não conseguir dormir sem devorar o capítulo seguinte à morte do professor, no qual Snape se revela um dos melhores e mais bem elaborados personagens criados por JK Rowling (no filme, o excelente Alan Rickman também não deixa a desejar).

Para completar meu trio e convidados – e, talvez, amenizar o clima no ambiente – o terceiro personagem é o adorável, medroso e hilário Rony Weasley. Rony já esteve em um jantar anteriormente (confira AQUI) e por isso relutei em convidá-lo dessa vez, mas eu não poderia falar nos meus personagens favoritos de Harry Potter e deixar citar aquele que me fez rir tantas vezes. Visto que Rony já esteve por aqui, o destaque da noite é para os outros convidados.

Eu poderia ficar muito tempo discursando sobre as razões que me fazem gostar tanto destes personagens, mas preciso verificar se a comida já está pronta, me certificar que há cerveja amanteigada para todos e esperar a chegada dos bruxos. A noite exigirá muito das minhas habilidades como anfitriã, mas tenho certeza que será memorável.

4 comentários:

Francielle Couto Santos disse...

Mari, seu jantar com certeza está agitadíssimo! Personalidades como Siruis, Sanape e Rony? OMG, até eu gostaria de estar presente. *o*
Acho que Sirius é querido por muitos, mesmo com suas pequenas aparições... e Rony é mesmo demais. Engraçado, medroso... e fofo. :) Ain, adoro!

Um abraço!
http://universoliterario.blogspot.com/

Enfim Shakespeare disse...

Adoro o Siriu mais do que todos, Snap é tão sem sal que nem quando ele chorou por Lilian eu senti pena dele, não gosto de pessoas assim.

http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

Nardonio disse...

Realmente será um jantar memorável. Gosto muito dessas 3 personagens da saga. Só imagino o que vai rolar nessa celebração. Rsrsrs

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

cath´s m. disse...

"Sirius Black, é o queridinho do meu coração." Faço das suas palavras as minhas.
Mas ao contrario de você eu nunca gostei do Snape e continuo não gostando.
Acho que tenho coração de Marota, não tem como gostar do Snape.

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger