quinta-feira, 30 de maio de 2013

Assistindo a "The Mousetrap" em Londres

Quando fiz meu intercâmbio, além de aprender inglês, também tive a oportunidade de viajar para algumas cidades. E é claro que como um bom bookaholic, não poderia deixar de conferir a história por trás de alguns livros. Na coluna Viagem Literária, compartilho com vocês as experiências mais marcantes que tive. 


Agatha Christie é reverenciada por suas estórias de mistério e por seus memoráveis personagens Hercule Poirot e Miss Marple. Mas o que muita gente não sabe é que a Dama do Crime também escreveu muitas peças de teatro. E como se não bastasse, bateu recordes também: ela foi a única escritora a ter três peças encenadas simultaneamente em Londres, além de ser a autora de The Mousetrap, a peça encenada a mais tempo na história do teatro.

The Mousetrap

Em 2013, a peça de teatro The Mousetrap (A Ratoeira) completou sessenta anos em cartaz tendo ultrapassado a marca de 25.000 apresentações, o que garantiu a Agatha Christie um lugar no Guinness World Records. Assim, assistir a The Mousetrap é programa obrigatório para qualquer fã da Dama do Crime que desembarque em Londres.

A peça é encenada, desde 1974, no St. Martin’s Theater. Não sei porquê, mas estava esperando um local diferente. Talvez imaginasse uma superprodução, em um local grande e moderno, porém, o St. Martin’s é o oposto do que esperava: um teatro antigo, pequeno e simplesmente perfeito

St. Martin’s Theater The Mousetrap

The Mousetrap é uma das especialidades da Dama do Crime. Oito pessoas se encontram presas em um hotel em virtude de uma forte nevasca, havendo um assassino entre elas. Como poucos sabem fazer, Agatha brinca com o binômio motivo-oportunidade de forma magistral, confundindo o expectador a todo instante.

St. Martin’s Theater The Mousetrap

Não irei me delongar descrevendo a peça por medo de dar spoiler, mas preciso dizer que a mesma é absurdamente genial. No final da peça, após os aplausos, um dos atores fala: “Agora que você sabe quem é o culpado, pedimos que guarde este segredo em seu coração”.

Mesmo que eu não tivesse gostado de Londres, teria que retornar apenas para ver The Mousetrap mais uma vez.

Uma última informação: a peça The Mousetrap foi inspirada no conto Três Ratos Cegos e você pode conferir a resenha aqui. Mas já adianto, se você puder, assista a peça antes de ler o conto, pois a experiência de ver uma estória de Agatha Christie se desenrolando no palco é inesquecível e emocionante.

Sobre a viagem

Londres sempre foi meu sonho de infância e mesmo tendo viajado com altas expectativas, não me decepcionei por um minuto sequer. A cidade consegue mesclar o antigo e o moderno com perfeição. Em um minuto você está admirando o Parlamento e a Abadia de Westminster, para logo em seguida ter sua visão capturada pelo London Eye.

Para quem gosta de museu, a cidade tem um leque variado de opções. Começando pelo meu preferido, National Gallery, onde se encontram pinturas de mestres como Van Gogh, Mozart, Cézanne, Da Vinci, Michelangelo, entre outros. Ainda vale a pena conferir Victoria and Albert (museu de arte e design com uma coleção bem variada), British (múmias), Natural History (dinossauros), entre tantos outros. E o melhor: a maioria dos museus tem entrada gratuita.

A cidade também conta com inúmeros parques — tais como o Hyde Park, Green Park e Regent’s Park — para aqueles que gostam de atividades ao ar livre ou que querem aproveitar os dias de sol. Para os que gostam de sair a noite, existem pubs para todos os gostos, dos mais tranquilos aos que contam com música ao vivo.

A verdade é que atrações não faltam na Terra da Rainha. Desde as mais turísticas como o London Eye, a troca da guarda no Buckingham Palace ou uma visita ao museu de cera Madame Tussaud, até as menos populares como peças de teatro ou um passeio ao Observatório Real, onde se encontra o Meridiano de Greenwich. 

Os londrinos são educados (em sua maioria), mas geralmente ficam na deles. Não espere puxar papo com algum londoner no metrô, afinal, ele provavelmente estará lendo e ignorando a pessoa sentada ao seu lado (e se alguém estiver conversando em voz alta, tenha certeza que é estrangeiro). É impossível entrar no metro e não encontrar alguém lendo: seja jornal, livro ou ebook; em pé ou sentado; eles estarão lendo.

Difícil descrever com poucas palavras uma cidade tão maravilhosa. Encerro com a frase de Samuel Johnson: “Se você está cansado de Londres, você está cansado da vida”.

Clique aqui para descobrir o próximo destino da Viagem Literária. 


14 comentários:

Naty disse...

Londres também é o meu sonho, quem sabe um dia eu consiga realizá-lo. E se eu puder ver The Mousetrap será mais que perfeito.

cath´s m. disse...

OMG! Além da inveja, parece ter sido mega lindo!

Rossana Batista disse...

Queria tanto conheceer toda essa Londres!
A primeira coisa que vou fazer é conhecer o museu National Gallery *--*

Roberta Moraes disse...

Eu imagino como deve ser essa peça, também... já tiveram mais de 25.000 apresentações :O
Um dia ainda irei.
Espero pelo próximo Viagem Literária :D

Clara Beatriz disse...

Nossa meu sonho é ir para Londres, ver as fotos da cidade me dá uma dor no coração. Nem sei qual lugar visitaria primeiro se fosse para lá! Adorei o Viagem Literária, vou esperar o próximo.

MsBrown disse...

Olá, Alê! Estou adorando seus posts sobre sua viagem! Ver uma peça de Agatha Christie em Londres deve ser incrível, além das outras maravilhas da cidade.

Ana Paula Barreto disse...

Invejinha básica da sua viagem! O mais legal é que além de conhecer a cidade, você conseguiu misturar o "turismo" com coisas mais locais e com o amor pela literatura. Não sabia da existência desta peça, mas achei muito bacana e o teatro, apesar de pequeno, parece ser demais mesmo!
Que bom que você realizou seu senho e com estilo! rs
bjs
GFC: Ana Paula Barreto

Manuela Cerqueira disse...

AI.. realmente Londres é um sonho... na verdade vários lugares da Europa não é?!
O bom é que você estudou e também fez turismo de certa forma!!!
Como ainda não li nada de Agatha Christie e nem sabia da existência desta peça conheci aqui graças a você!

GFC: Manuela Cerqueira

Aione Simões disse...

Alê, que viagem incrível!
Primeiro, fiquei extremamente curiosa para assistir à peça, não apenas por sua genialidade em si, mas pelo ar de aconchego transmitido pelo teatro. Incrível!
E, depois, Londres deve mesmo ser maravilhosa! Espero conhecê-la!
Bath? Teremos Jane Austen por aqui?
Beijão!

Gabriela disse...

Caramba, eu sempre quis ir pra Londres, essa atmosfera bacana.
Quem sabe um dia eu ainda não vou?! Sobre a peça eu fiquei mega curiosa, uma peça sobre uma obra de uma autora tão famosa. Enfim, parabéns pela viagem incrível!

Thaynara ribeiro disse...

Lindas as fotos!!
Também quero conhecer Londres!!! Tomara q um dia eu possa fazer isso...
Ansiosa pela próxima cidade!!!

Gladys Sena disse...

A fachada do teatro é lindinha!

Escrita por Agatha Christie só pode ser genial mesmo.
Fiquei impressionada com o número de apresentações!!!

GFC: Gladys.

Nardonio disse...

Eita como é bom realizar um sonho, né?!?!
Não sabia dessa informação em relação a peça da Agatha!!!
Adoraria conhecer Londres qualquer dia.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Regilene Dias disse...

Que legal, hein? Ainda estar no país de Jane Austen. Não deve ser diferente eles gostarem de ler. Esperando mais novidades com relação a esta viagem.

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger