terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Conversa de Contracapa # 04


E chegou ao fim nossa corrida contra o tempo para tentar cumprir o desafio do NaNoWriMo, e nestes trintas dias pudemos ter um gostinho do que é realmente ser um escritor.

Não seria exagero dizer que a cada dia vivenciamos uma nova lição, e, entre tantas, destacamos a que talvez seja a mais importante. Escrever não diz respeito à inspiração. Escrever não diz respeito a boas ideias. Escrever não diz respeito a talento. É preciso uma boa dose de tudo isso, mas de nada basta inspiração, boas idéias e talento, sem dedicação e trabalho duro.

Escrever um livro é fácil? Não. Mas a satisfação de sentir os personagens que você imaginou ganharem vida, ouvir suas vozes a cada diálogo, vê-los cumprirem seus propósitos e então, finalmente, colocar o último ponto final na estória que surgiu em sua mente, não tem preço. Porém, para que isso aconteça e o resultado seja gratificante é preciso escrever, escrever, escrever e então revisar e revisar, estando ciente de que é bem possível que seja preciso fazer isso tudo de novo até que o texto se torne a versão que melhor contará a história que você criou. Já disse o grande Ernest Hemingway: “O primeiro rascunho de qualquer coisa é uma porcaria.”

É. Quem disse que seria fácil?

A primeira vez que ouvimos a argumentação sobre a importância do trabalho árduo acima de qualquer coisa foi quando Raphael Draccon participou da XV Feira do Livro de Passo Fundo (veja o post). Na ocasião, o autor sustentava que escrever é como outro trabalho qualquer, ou seja, precisa render, independentemente de outros fatores. Então, supondo que você tenha a meta de escrever pelo menos dez páginas por dia (o que não é nada estratosférico), em dois meses seu livro terá mais de quinhentas páginas. Nada mal, não é mesmo?

Agora, analisemos alguns exemplos.

Agatha Christie lançou seu primeiro livro, O Misterioso Caso de Styles, aos trinta anos. Nos cinquenta e cinco anos seguintes, a Dama do Crime lançou mais de oitenta livros. Isso mesmo! Mais de oitenta livros. Ou seja, ela escrevia, em média, um livro e meio por ano – livros esses que, quase quarenta anos após a sua morte, fazem com que o seu nome continue no topo da lista de preferência dos amantes da literatura policial.

Stephen King é conhecido por sua rígida rotina diária, que inicia com uma caminhada matinal de 2 a 5 km. Encerradas as atividades físicas, começa a escrever por volta das 8 horas, tendo como meta duas mil palavras por dia. O Mestre do Terror, hoje com sessenta e seis anos de idade, já escreveu quase setenta livros. E tenha em mente que alguns deles são calhamaços que deixariam George Martin com inveja e que inúmeras de suas tramas já foram adaptadas para o cinema e televisão.

O que estes dois exemplos, entre tantos outros que poderíamos citar, demonstram? Que escritores de sucesso têm algo em comum além de talento e criatividade: dedicação ao ofício. Isso foi o que o NaNoWriMo deixou enraizado em nós. Agora nos resta manter o ritmo.

Resultados Finais

Alê: completei meu desafio mínimo de 60 páginas na terça feira. Até sábado, último dia do NaNoWriMo, alcancei a marca de 23.461 palavras ou então 71 páginas Mas foi apenas no domingo que alcancei meu melhor dia em termos de produtividade: foram quase 5 mil palavras, de modo que consegui chegar ao final do livro. O arquivo, considerando o que havia sido escrito antes de novembro, conta com 39.966 palavras ou 118 paginas. Agora é hora de revisar.

Mari: Infelizmente, não consegui cumprir as 80 horas estabelecidas como meta do meu primeiro desafio e minha contagem parou nas 52 horas. Mas, como eu sou absurdamente determinada, me nego a aceitar a derrota! Por isso meu desafio para dezembro serão 110 horas: as 80 a que eu havia me proposto inicialmente, mais as 28 que fiquei devendo em novembro e mais duas porque é preciso aumentar o desafio.

Meu segundo desafio foi completado com sucesso! Finalizei o primeiro período da segunda parte do meu livro e agora estou na fase inicial do segundo período. Tenho mais três períodos à minha espera para então chegar à terceira parte e ao tão sonhado ponto final.

Agradecemos aqueles que acompanharam as nossas atualizações semanais via Facebook por estarem conosco em nossa jornada no NaNoWriMo. Foi um mês desafiante, mas também muito estimulante e adoramos poder ter dividido isso com vocês. 

13 comentários:

Samuel Henrique disse...

Parabéns por toda a jornada! Creio que sempre em nossa vida, existem desafios que precisam ser vividos, e vocês provaram isso pra gente.

http://blogliterariopalavrasaovento.blogspot.com.br/

Cecilia Mesquita disse...

nossa tbm queria ter participado =(
quem sabe na proxima néBlog: http://himi-tsu.blogspot.com.br/
Fanpage: https://www.facebook.com/HimitsuBlog
Me ajuda a alcançar minha meta de 1500 curtidas?

xx

Gabriela Cerutti Zimmermann disse...

Parabéns pelo que conseguiram! Desafios são bons pra descobrirmos do que realmente somos capazes.

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Jéssica Soares disse...

Parabéns pelo esforço, pessoal! Não pude participar do NaNoWriMo, mas acompanhei quem aderiu ao projeto e, cumprindo ou não as metas pessoais, alguém sempre aprende alguma coisa com isso e acaba fazendo um relato bem legal! E que venham mais desafios! hehe Bjs
Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

Lia Christo disse...

Adorei seu post e mesmo sendo a primeira vez que passo por aqui, já deu para sentir que seu cantinho tem um toque todo especial. Eu não acompanhei o desafio de vocês, mas tenho certeza que deram o seu melhor, e que ainda irão produzir muito mais e se superar. Parabéns pelos feitos e parabéns pelo seu espaço. Bjus
Lia Christo
www.docesletras.com.br

Helana O'hara disse...

Adoro desafios! Tenho procurando por alguns para fazer nas férias, quero um tempo para as minhas leituras e aumentar a média.

Parabéns ♥

Beijinhos
www.intheskyblog.blogspot.com.br

Thaís M. disse...

Acabei de conhecer esse blog e não pude acompanhar o desafio. Creio não ser fácil escrever tanto quanto gostaria. As vezes as palavras não vem! Mas acredito que vocês deram o seu melhor e parabéns a vocês!
Boa sorte nos próximos!

Adriana disse...

Parabéns pelo esforço de voces dois. Mari, gostei da sua determinação, é assim que se faz, afinal pelos exemplos de Agatha e King vimos que não basta o talento, precisa de dedicação, então com certeza esse mes vc bate sua meta...estou torcendo por voces! Bjão! :)

Fabiola Melo disse...

Parabéns a vocês dois, por buscarem um desafio em pró do comprometimento de ser um autor. parabéns por cada vez mais buscar um desafio maior, no caso da Mari a determinação para aumentar as horas. Com vontade e dedicação vocês conseguiram cumprir a meta, boa sorte!

Luana Almeida disse...

Parabéns aos dois pelos resultados alcançados e boa sorte com as próximas etapas...

Rossana Batista disse...

Ótimo desafio! Parabéns aos dois!
Espero depois saber que vocês chegaram ao ponto final do livro :D

Roberta Moraes disse...

Que super desafio, não tinha visto em blog nenhum ainda.
Parabéns gente pelo esforço e empenho.
Deu até vontade de escrever um livro também :$

Nardonio disse...

É isso aí! Parabéns por terem aceitado esse desafio, e o principal, terem conseguido atingir (mesmo que não totalmente) o que vocês pretendiam.
O bom disso tudo é que a dedicação ao ofício de escrever, ficou enraizado em vocês.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger