quinta-feira, 26 de junho de 2014

RESENHA: A Extraordinária Viagem do Faquir que Ficou Preso em um Armário Ikea

Extraordinária Viagem Faquir Ficou Preso Armário Ikea
Certo dia, pesquisando na internet por sugestões de livros para ler em francês encontrei a indicação de A Extraordinária Viagem do Faquir que Ficou Preso em um Armário Ikea. Apesar do título criativo e da sinopse interessante terem despertado minha atenção, foi o valor do e-book que colocou por água a baixo meus planos de leitura (e de aprendizado). Então, vocês já podem imaginar minha satisfação quando descobri que a Editora Record lançaria o livro no Brasil.

Ajatashatru Ahvaka (pronuncie: acha já a tua vaca) é um faquir de fachada e seu último golpe foi convencer sua aldeia a bancar uma viagem para Paris, onde poderia comprar uma cama de pregos na famosa loja de móveis Ikea. Na loja, Ajatashatru fica preso no interior de um armário, o qual é despachado para outro país, dando início a uma aventura inimaginável. 

A primeira observação a ser feita é que a narrativa de Romain Puértolas é extremamente peculiar. Contamos com um narrador espirituoso e engraçado, por vezes irônico, por vezes ácido, e que sabe conduzir a estória de forma a deixar o leitor em um permanente estado de curiosidade. A cadência da estória associada a capítulos curtos e a constantes reviravoltas também auxiliam a manter a atenção do leitor.

"Quando Gustave chegou a Ikea, um enorme caminhão de transporte saía cheio de mercadorias. Ele parou no acostamento para deixá-lo passar, longe de imaginar que no bagageiro se encontrava uma enorme caixa de madeira que, como as bonecas russas, continha um armário de metal que, por sua vez, continha o indiano que ele procurava." (PUÉRTOLAS, 2014, p. 57).

O protagonista também merece destaque. Ajatashatru se vê, de forma involuntária, em uma inesperada jornada, conhecendo os mais diferentes tipos de pessoas, fazendo amigos e inimigos, e passando pelas situações mais absurdas. E como em toda a jornada, é incrível observar a evolução do protagonista, principalmente seu autodescobrimento. 

Mesmo que o livro tenda mais para o humor e aventura com pitadas de romance, é interessante ver que o autor também se dispôs a discutir um assunto nevrálgico para os europeus: a imigração ilegal. Afinal, acompanhamos semanalmente estórias de imigrantes que tentam escapar de zonas de conflito e tentar a sorte nos "belos países".  

Estudo francês há um ano e logo no início do livro alguns trechos me pareceram bastante capciosos para traduzir. Afinal, não se trata apenas de manter o mesmo sentido, mas no caso era preciso manter a sonoridade e a hilaridade. Não aguentei a curiosidade e precisei conferir o original na amostra disponibilizada na Amazon e preciso parabenizar o tradutor

A Extraordinária Viagem do Faquir que Ficou Preso em um Armario Ikea é o tipo de leitura leve e despretensiosa, que consegue trazer a tona uma gama de assuntos para reflexão, além de deixar nos lábios do leitor um sorriso do primeiro ao último capítulo. 

Título: A Extraordinária Viagem do Faquir que Ficou Preso em um Armário Ikea
Autor: Romain Puértolas
N.º de páginas: 255
Editora: Record
Exemplar cedido pela editora

Compre: Amazon
Gostou da resenha? Então compre o livro pelos links acima. Assim você ajuda o Além da Contracapa com uma pequena comissão.

13 comentários:

Nardonio disse...

Só em ler esse título, já dá pra imaginar o tom hilário, leve e despretensioso desse livro. Mas o legal é que, mesmo com essa levada mais leve, o autor inseriu essas questões um pouco mais sérias na trama. Eu quero ler em breve.

Seguidor: DomDom Almeida
@_Dom_Dom

Patricia Martins Bueno disse...

Estou precisando ler alguns livros mais engraçados ultimamente, e achei esse ótimo, começando pelo título né hahhaha
Adorei a resenha.
Beijo!
Books Many Books

Gabe Winter disse...

Oi Alê! O próprio título já sugere a graça do livro! :)
Vou acrescentá-lo à lista-interminável-de-livros-para-ler-antes-de-morrer! Obrigada pela dica!
Beijo!

Blog Mundo Mágico dos Livros

Gabriela Cerutti Zimmermann disse...

Quero muito ler esse livro, Alê. Já vi alguns elogios e com seus comentários de como o autor conseguiu inserir assuntos reflexivos numa história de humor me deixou mais curiosa ainda. Mas o nome do faquír se pronúncia assim mesmo? kkkkkk Enfim, ótima resenha.

Abraço!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Rafa Hübner disse...

Oi, td bom?
Fiquei super curiosa com esse título. Se o livro for engraçado como ele, vale a pena :D
Bjs
Arrastando as Alpargatas

Ana Clara disse...

Oi Alê!

Que título mais... Peculiar! E foi justamente ele que me chamou atenção para sua resenha. Gosto bastante de livros com a narrativa leve, principalmente quando tô atrasada nas minhas leituras e quero concluir uma bem rapidinho. Enfim, gostei bastante e já adicionei a obra nas minhas infinitas próximas leituras.

Beijos!
http://roendolivros.blogspot.com.br/

Bruna Monteiro disse...

Devo confessar que primeiramente levei um susto seguido de risos ao ler o enorme título do livro pela primeira vez. Essa semana mesmo, antes de ler a resenha aqui do blog, eu tinha lido algumas coisas a respeito deste livro e pra falar a verdade não sei o que pensar sobre ele, os comentários são diversos, tem quem se decepcionou, quem adorou, mas todas as pessoas que eu li resenhas disseram que é uma narrativa engraçada, o que me atrai bastante. Porém, mesmo com este atrativo não irei ler agora, porque a lista de leituras pendentes são enormes, pra pouco tempo e dinheiro. Vou anotar a dica e espero conseguir ler mais pra frente!

rafaela disse...

Fiquei interessada no livro por causa desse título. Mas a história também parece bem interessante, e já gostei de saber que a protagonista não é chata (e que nome da protagonista em). Já vou colocar o livro na minha listinha :)
Beijos!

pamela mendes disse...

Nossa, que título gigante! E o nome da protagonista também não é nada normal hahaha
Confesso que nunca tinha ouvido falar desse livro, mas fiquei interessada pelo título. O enredo também me chamou a atenção por ele ir pra outro país preso no armário, achei isso bem diferente de qulquer outro livro. Esse livro parece ter bastante aventura e humor mesmo. Já vou procurar ele pra comprar (ou trocar no skoob hahaha)
Bjss

Fran disse...

Achei bem curioso o título quando o vi, mas achei que ia ser algo mais infantil hahahaha. Os títulos enganam. Gosto quando a história não é rasa e vc pode tirar alguma coisa dela além da história em si, como o caso da imigração ilegal =) Se puder vou procurar o livro para ler tb!

Guilherme Lorenzoni disse...

Estou necessitando livros engraçados, e o título já me fez ficar interessado! É bom aliviar um pouco lendo um livro desses, faz até bem pra gente, não é?

Abraços!

Ana Paula Barreto disse...

A história parece interessante em vários aspectos. Gosto da leveza e também dos temas reflexivos. Mas confesso que não fiquei com vontade de ler o livro, talvez por ter sentido uma certa "estranheza" nessa trama.
Quem sabe um dia!
bjs

Allison Norberto Alves disse...

Que viagem!! hahaha quando olhei, pensei que fosse alguma coisa da IKEA, como produto promocional para outro target, não sei... mas parece que é mais legal do que isso. Que história viajante, achei dez. Parece um passatempo massa!

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger