terça-feira, 14 de junho de 2016

Lista de Releitura # 12

Título: Justiça 
Autor: Michael Sandel
Sinopse: “O curso “Justice”, de Michael J. Sandel, é um dos mais populares e influentes de Harvard. Quase mil alunos aglomeram-se no anfiteatro do campus da universidade para ouvir Sandel relacionar grandes problemas da filosofia a prosaicos assuntos do cotidiano. São temas instigantes que, reunidos neste livro, oferecem ao leitor a mesma jornada empolgante que atrai os alunos de Harvard: casamento entre pessoas do mesmo sexo, suicídio assistido, aborto, imigração, impostos, o lugar da religião na política, os limites morais dos mercados. Sandel dramatiza o desafio de meditar sobre esses conflitos e mostra como uma abordagem mais segura da filosofia pode nos ajudar a entender a política, a moralidade e também a rever nossas convicções." (Fonte: Editora Civilização Brasileira)

Ocasião da primeira leitura: novembro de 2012

Por que está na lista de releitura? Tive que ler alguns capítulos de Justiça para uma disciplina da faculdade de direito. Apesar de ter apreciado bastante os capítulos que li, acabei protelando a leitura dos demais. 

Comentários: apesar de versar sobre filosofia, Justiça é um dos livros de não-ficção mais interessantes que já li (mesmo que pela metade) e me recrimino por ainda não ter encerrado a leitura, não apenas por ter certeza de que irei gostar, mas principalmente em virtude de seu conteúdo. 

O motivo de tantos elogios é simples: Michael Sandel não discorre sobre teorias filosóficas de forma abstrata, mas analisa a obra de inúmeros pensadores aplicando suas ideias a casos concretos e relevantes. É assim que as dicotomias morais por trás de temas complexos — como tortura, barriga de aluguel, cotas raciais, aborto, células-tronco, união homoafetiva, entre outros — são apresentados ao leitor. Outro ponto que merece destaque é a linguagem acessível e a narrativa fluída do autor, que tornam a leitura ainda mais dinâmica. 

Confesso que nunca fui um aluno muito dedicado a matérias como filosofia e sociologia, pois as considerava enfadonhas e maçantes. Entretanto, Justiça me conquistou logo no primeiro capítulo, mostrando a importância de teorias filosóficas para temas atuais de forma simples e cativante. E mais do que dar respostas, Justiça é um livro que provoca reflexões. 

O livro é baseado no curso “Justice”, lecionado pelo autor na Universidade de Harvard. Para quem tiver interesse em assistir as aulas (tão boas quanto o livro), clique aqui



14 comentários:

Bruna Lago disse...

Eu acho que adoraria ler esse livro .Acho os assuntos dessas matérias tao interessantes, tratam da existência, dúvidas e muito mais !

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, Alê!
Bacana essa sua lista. Infelizmente, esse livro não faz muito meu estilo, mas quem sabe não assisto as aulas
Beijos
Balaio de Babados

Mandy disse...

Que demais esse livro, não conhecia e confesso que não é o gênero que costumo ler mas adorei saber que ele fala sobre filosofia tratando de assunto sérios e bem interessantes,
Beijoos,
Sétima Onda Literária

Gabriela CZ disse...

Não conhecia esse livro, Alê. E apesar de parecer ser algo de cunho acadêmico achei interessante e fiquei curiosa. Acho que eu leria. Ótimo post.

Beijos!

Cabine de Leitura disse...

Olá Alê;
Acho que para ler e apreciar este tipo de leitura eu preciso estar com aura muito neutra rsrs. Mas que bom que curtiu a leitura.

Beijos da Camila.
http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/

Postando Trechos disse...

Parece um livro bem interessante para o momento que estamos vivendo atualmente. Me parece um pouco cansativo, mas importante.

Beijos,
Postando Trechos

Vanessa Vieira disse...

Gostei da dica Alê. Confesso que o livro não faz muito o meu gênero, mas o seu conteúdo é bem interessante e algumas das vertentes apresentadas são verdadeiros tabus. Abraço!

www.newsnessa.com

Ariane Reis. disse...

Oie Alê =)

Tem vários livros que tenho vontade de reler e acho que esse exercício de releitura é ótimo para ver como o nosso jeito de ver a mesma história muda com o passar dos anos. Porém confesso que com alguns livros tenho aquele medo de me decepcionar hoje rs...

Não conhecia Justiça, mas achei a premissa interessante em especial por que gosto de livros que abordam filosofia.

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary

Desbravador de Mundos disse...

Olá, Alê.

Ao contrário de você, sou apaixonado por filosofia e sociologia. Então esse livro já me chamou a atenção por esse aspecto. Acredito que será interessante acompanhar a aplicação de conceitos mais abstratos em questões mais práticas definidas por lei.
Irei conferir.

Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

Alessandra Salvia disse...

Oi Alê,
Acho que não é para mim essa leitura não, rs.
Eu tenho tantos livros na lista de releitura, mas nunca a cumpro. Sempre pego um novo, rs.
Beijos
http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

O Que Tem Na Nossa Estante disse...

Eu ADORO filosofia, dica mais que anotada, leitura mais que desejada, esse é o tipo de livro que ajuda a arrumar os pensamentos e montar planos de aulas pra lá de reflexivos.

Pandora
O que tem na nossa estante

Carolina Garcia disse...

Oi, Alê!!
Tudo bem?

Eu gosto de ler livros que nos gera reflexões em alguns momentos. Mas agora não estou nessa vibe.
Embora ache que eu iria gostar tanto quanto você do texto porque adoro assistir essas aulas "diferentes".
Vou adicionar na minha lista. ;)

Bjs

http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

Ana I. J. Mercury disse...

Gostei muito. Também não é o tipo de livro que estou acostumada a ler, mas parece ser bem reflexivo e honesto.
Além de nos ensinaar bastante.
Anotado aqui.
bjs

suzana cariri disse...

Oi!
Ainda não conhecia esse livro, mas achei o tema que ele trata bem interessante, fiquei curiosa para saber mais sobre esse livro e achei interessante essa reflexão que ele nos faz !!

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger