domingo, 27 de agosto de 2017

[Young Adult] para quem não gosta de [Young Adult]

Todo leitor se identifica com alguns gêneros literários mais do que com outros. Mas existem alguns livros que são capazes de abrir os olhos dos leitores para gêneros dos quais ele nunca gostou, justamente por mostrarem uma faceta diferente do gênero, por terem algo a mais. Livros que fazem o leitor que diz “Não gosto deste tipo de livro” se apaixonar justamente por um livro deste tipo.

Foi pensando nisso que o Além da Contracapa criou uma nova coluna: “[...] para quem não gosta de [...]”, na qual faremos uma seleção de livros de um determinado gênero ou temática que podem agradar até mesmo quem costuma fugir deles. 

Há muitos leitores que evitam o gênero Young Adult por imaginarem que os livros abordarão temas exclusivamente relacionados a adolescência e que contarão com tramas mais simples e juvenis. A verdade, porém, é que há excelentes obras do gênero e mesmo quem tem um pé atrás com livros YA deveria conhecer.
Cidades de Papel poderia ser apenas mais um entre milhares de Young Adult que exploram as relações de amizade e amor. Porém, a diferença é que John Green nunca se limita a reproduzir mais do mesmo e em Cidades de Papel esse talento fica ainda mais evidente. O ponto alto são os questionamentos de Margo a respeito de alguns valores da nossa sociedade e os motivos de sua aversão ao conformismo. A meu ver, este é o livro mais provocativo de Green e que faz o leitor refletir sobre diversos assuntos, os quais são universais e não se limitam a uma faixa etária específica. Para quem gosta de livros inteligentes, profundos e reflexivos, Cidades de Papel é leitura obrigatória. 

Já para quem gosta de livros impactantes, a sugestão é Perdão, Leonard Peacock, um dos Young Adult mais intensos que já li. Em primeiro lugar, é preciso admirar a ousadia do autor por contar a estória de um adolescente problemático que pretender matar um antigo amigo e depois cometer suicídio. Apesar do tema pesado, Quick tem muita sensibilidade para abordá-lo e um dos aspectos mais interessante é entender o que levou Leonard a esta situação extrema. Ainda que o pano de fundo da estória conte com elementos típicos de livros YA, a verdade é que Perdão, Leonard Peacock conta com uma carga dramática alta e que não é vista com muita frequência. 

3. O Livro de Memórias

O grande destaque de O Livro de Memórias é Sammie, uma personagem determinada e cheia de sonhos, que descobre ter uma doença degenerativa que afetará sua memória. Dos três livros selecionados, a temática de O Livro das Memórias talvez seja a mais recorrente em obras deste gênero, porém, Lara Avery foge dos clichês, mostrando uma protagonista extremamente humana e que tenta fazer o melhor que pode em uma situação complicada. Apesar do gatilho da estória ser a doença, o cerne são os relacionamentos da protagonista e como eles foram afetados pelas novas circunstâncias. Assim, mais do que discorrer sobre dramas adolescentes, Avery retrata a fragilidade e a efemeridade da vida. Para quem gosta de leituras emocionantes, O Livro de Memórias é uma boa pedida. 


21 comentários:

Marta Izabel disse...

Oi, Alê!
Gostei bastante dessa nova coluna: “[...] para quem não gosta de [...]” ache bem interessante a escolha para o primeira postagem. Desses três livros citados li só o segundo livro no ano passado, e gostei muito.
Bjoss

Gabriela CZ disse...

Realmente existe um preconceito muito grande em torno da literatura YA, Alê. Mas a imagem que se faz do gênero em publicidade deixa muito a desejar. Destes só não li O Livro de Memórias, que fiquei bastante interessada quando li a resenha aqui. Cidades de Papel e Perdão, Leonard Peacock são realmente provocativos e maravilhosos. Ótima resenha.

Beijos!

Monique Fonseca. disse...

Eu já li os dois primeiros e o que eu mais gostei foi Perdão Leonard Peacock,eu gosto desse gênero só não gosto quando é muito clichê.

https://euhumanaefinita.blogspot.com.br

Giulianna Santicioli disse...

Young Adult é um dos meus gêneros favoritos, já li os 3 livros que foram citados e o meu favorito com certeza é Cidades de Papel, mas admito que para quem não curte YA gostaria, acho ele um pouco mais parado e para quem não está acostumado, pode ficar entediado, enfim, não vejo a hora de sair o [Clássicos] para quem não gosta de [Clássicos], pois esse é realmente um gênero que sempre que começo um livro, nunca consigo terminar.
Beijos!

Naiara Fidelis Da Silva disse...

Confesso que leio a algum tempo, porém sempre acabo confundindo os nomes dos gêneros rsrs.

A algum tempo eu li Cidade de Papel e adorei é um livro leve e gostoso de ler. Agora os demais eu não li ainda.

Sil disse...

Olá, Alê.
Eu gosto um pouco desse gênero apesar de não ser um dos meus favoritos. Acho que melhor que os New Adult. Desses que você citou eu li O livro da Memórias que amei. John Green eu nem leio mais. Depois de quatro livros decidi que não vou gostar do autor mesmo.

Prefácio

Raquel disse...

Eu adorooo Young Adults, é um dos meus gêneros preferido de livros. Já li Cidades de Papel e o Perdão, Leonardo Peacock está na minha listinha :D

Beijo!
tipsnconfessions.blogspot.com

Bruna Bento disse...

muito legal a nova coluna!
eu mesma nao leio mto YA então adorei o post logo de cara.
já li Cidades de Papel mas nao gostei nadinha :(
Tenho uma cópia de Perdao, Leonard Peacock autografada *-* mas ainda nao li hahaha

RUDYNALVA disse...

Alê!
Gosto dessa coluna, porque sempre mostra a diversidade dos gêneros.
Tenho sim meus gêneros favoritos, porém não me furto de ler nenhum estilo, acredito que temos de nos arriscar.
Já tive oportunidade de ler Cidades de papel e é realmente muito bom.
Já anotei os outros para leituras futuras.
Obrigada pelas dicas.
Desejo uma semana mais que tranquilo e abençoado!
“Deus com Sua infinita Sabedoria, escondeu o Inferno no meio do Paraíso para que nós sempre estivéssemos atentos.” (Paulo Coelho)
Cheirinhos
Rudy
TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

Renata Leite e Isadora Klauck disse...

Oi, Alê!

Adoro Cidades de Papel! John Green nunca decepciona. Quero muito ler os outros, principalmente O Livro de Memórias!

Beijos,
Isa
http://viciadas-em-livros.blogspot.com.br/

André dos Santos disse...

Eu sou um desses leitores que raramente pega um Young Adult para ler por não gostar de estórias muito juvenis ou que envolvem triângulo amoroso e romance, o post ficou muito bom.
Não conhecia esses livros apesar do John Green ser famoso, nunca li nada do autor só sei que escreveu A Culpa é das Estrelas, mas os outros nunca prestei muita atenção, vou dar uma olhada com mais calma em cada um e quem sabe arriscar a leitura, espero ser surpreendido e passar a ler esse gênero também.

Sora Seishin disse...

Oi Alê!
YA é um dos meus gêneros preferidos. Desses eu li O livro de memórias, amei esse livro.

Beijos,
Sora | Meu Jardim de Livros

Márcia Saltão disse...

Olá!
Essa coluna é ótima.
Não leio muito esse gênero, mas alguns livros me interessam.
Cidades de Papel, assisti somente o filme.
Gostaria de ler O Livro de Memórias.
Beijos.

Letícia Amaral disse...

Conheço todos da lista e já li e assisti o filme Cidades de Papel. Porque sou extremamente apaixonada pela escrita do meu João Verde!

Os outros dois eu não conheço, mas tenho interesse em ler o segundo.

Cidades de Papel eu costumo dizer que não é aquela leitura que você se interessa em repetir. Por exemplo, ele é um livro ótimo! Mas se você ler pela segunda vez, se torna massante.

Te convido a conhecer o meu blog e se gostar do conteúdo, deixar a sua opinião e vir fazer parte do nosso público para que possamos crescer! Já estou fazendo parte do seu.

https://leticiaaamaral.blogspot.com.br/

Beijos!

Cabine de Leitura disse...

Olá Alê;
Adorei a ideia da coluna, muita das vezes não nos damos a oportunidade de descobrir coisas novas por receio de experimentar e confesso que eu era assim com alguns gêneros literários, até me deparar com postagens como esta que me fizeram descobrir o novo e me apaixonar por ele. Parabéns pela iniciativa.
Beijos.

https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/2017/08/cabine-das-letras.html

Amanda Barreiro disse...

Adorei o propósito dessa nova coluna do blog! Realmente muitos leitores não ficam instigados por certo gênero e nem procuram nada sobre, e muitas vezes acabam perdendo a oportunidade de ler ótimos livros. A título de sugestão, vocês poderiam falar um pouquinho mais sobre o que é o gênero em si.

Confesso que não curto YA, mas já li alguns (outros) e é legal diversificar a nossa leitura às vezes.
Beijos!

Nicole Longhi disse...

Ótima coluna, adorei!
Não sou muito fã de YA, já li alguns mas não me cativaram tanto.
Mas gostei das dicas, John Green é sempre sensacional e já faz bom tempo que quero ler Perdão Leonard Peacock.

Beijinhos

Ana I. J. Mercury disse...

Alê, adorei a coluna e as dicas!
Cidades de papel é muito bom mesmo(apesar de que ainda preferido o ACEDE) kk.
Os outros dois quero muitoooooooooo ler!
Mas confesso, tenho um medinho do Perdão Leonard Peacock kkk parece ter um final meio triste.
bjs

Rissia Ribeiro disse...

Olá KKK bem eu gosto particularmente muito desse gênero mas eu não gostei de nenhuma das indicações KKK esse do John Green foi um livro que não consegui avançar, mas vou indicar pra minha amiga.

Isabela Carvalho disse...

Olá Alê ;)
Gosto muito de livros do gênero YA, na verdade foi com livros desse gênero que eu comecei a gostar de ler!
Dos três que você mencionou não li nenhum, mas quero todos kkkk
Cidades de Papel foi o único que eu não li do John, e O Livro de Memórias é um dos meus desejados do momento... espero conseguir ler em breve!
Abç

Carolina Garcia disse...

Oi, Alê!!

Gosto muito de YA, mas ainda não li os três títulos que indicou. Dois deles já estavam na minha lista de desejados, mas agora vou colocar o Perdão também! Hahahahaha
Espero aproveitar as leituras tanto quanto você!

Bjs!

http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger