segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

RESENHA: Vidas Muito Boas

Vidas Muito Boas J.K. Rowling
Vidas Muito Boas consiste na transcrição do discurso de paraninfa de J.K. Rowling aos formandos da Universidade de Harvard. Tendo me tornado um leitor assíduo por causa das aventuras do bruxinho mais famoso da literatura, estava ansioso para conferir as lições da autora. 

Falando a partir de sua experiência, Rowling compartilha por que considera o fracasso que vivenciou como uma experiência enriquecedora. Afinal, foi o fracasso que lhe deu forças e determinação para focar naquilo que mais lhe era caro: escrever. Segundo a autora, o fracasso é inevitável. Mas apesar do sofrimento, são estes momentos que nos fazem crescer e que testam a força dos nossos relacionamentos. 

“Então, por que falo das vantagens do fracasso? Simplesmente por que fracassar significa se despojar do que não é essencial. Parei de fingir para mim mesma que eu era qualquer outra coisa além do que eu realmente era e comecei a direcionar toda a minha energia para a conclusão do único trabalho que me importava. [...]. E assim, o fundo do poço tornou-se a base sólida sobre a qual reconstruí minha vida.” (ROWLING, 2017, p. 34/35)

Além disso, Rowling também destaca o importante papel que a imaginação desempenha na sociedade, e não apenas por que foi uma ferramenta na reconstrução de sua vida. A imaginação, na verdade, é algo muito maior: é a porta para a empatia. Afinal, é através dela que podemos nos colocar no lugar dos outros e sentir o que eles sentem. E assim, temos a obrigação de ser a voz daqueles que não tem voz por estarem em meio a situações críticas. 

“A imaginação não é apenas a capacidade exclusivamente humana de idealizar o que não existe e, portanto, a fonte de toda a invenção e inovação; em sua capacidade seguramente mais transformadora e reveladora, é o poder que nos permite sentir empatia pelas pessoas cujas experiências nunca partilhamos.” (ROWLING, 2017, p. 41)

O texto é fluído e por ser um discurso breve, a leitura pode (e deve) ser feita de uma só vez. Além disso, a edição está extremamente caprichada, contando com capa dura e bela ilustrações que complementam o texto. 

Apesar de curto, Vidas Muito Boas é um livro impactante e que nos faz refletir sobre nossos próprios fracassos — e até mesmo sobre concepção de fracasso — e sobre o poder da imaginação, que é maior do que qualquer feitiço ou poção. Por fim, registro que Vidas Muito Boas é o tipo de livro que deve ficar na cabeceira da cama e relido de tempo em tempos. 

Título: Vidas Muito Boas
Autora: J.K. Rowling
N.º de páginas: 80
Editora: Rocco
Exemplar cedido pela editora

Compre: Amazon
Gostou da resenha? Então compre o livro pelos links acima. Assim você ajuda o Além da Contracapa com uma pequena comissão.

12 comentários:

Victor N. Souza disse...

E ai Alê! Tudo joia?

Eu li algumas críticas deste discurso da tia Jo, e confesso que é inspirador só de ler as opiniões. Curti bastante seu comentário sobre o livro.

Grande abraço!
www.cafeidilico.com

Ludyanne Carvalho disse...

Que lindo!
Eu li uma resenha desse livro recentemente, e achei bem interessante. Com a sua resenha, já senti vontade de ler.
Ela aborda um tema muito delicado e que aflige grande parte da população; às vezes não sabemos lidar com o fracasso, ainda mais quando temos a sensação de que ele é constante. Então, além dele vem a frustração.
Imagino que ela nos ensina a lidar com ele, a ver o lado positivo. Como dizem "Há males que vem para o bem."
Amei saber que é em capa dura, o interesse só aumentou.
E como não conheço a escrita da J.K. (pois é, não sou leitora de H.P.), será um ótimo começo.

Beijos

Caroline Waschburger disse...

Esse livro é lindo, né? Comprei ele sem saber sobre o que falava e me assustei um pouco quando percebi que havia gastado R$30,00 em uma coisinha tão pequena. Porém, de qualquer maneira, achei o livro lindo e o discurso também é muito inspirador. <3 JK sendo JK, né?

Beijão!
www.controversios.blogspot.com

Lana Silva disse...

Por se tratar de um discurso com um tema tão interessante, capaz de tocar quem ouvi, e quem ler, já que a autora trata de assuntos bem reais, como por exemplo o seu fracasso foi que a incentivou a lutar para ter uma condição melhor de vida, além de que fala sobre a criatividade algo que esta bastante presente neste meio literário.

Jessica Andrade disse...

Olá,

Não sabia sobre esse livro da autora, mas gostei do tema que ela abordou e de como ela deu a volta por cima do fracasso.
Acho que vai ser uma leitura interessante.
Bjs
http://diarioelivros.blogspot.com.br

Thuanne Souza disse...

Nossa, que legal, não sabia desse lançamento. Com certeza deve ser uma lição muito valiosa. Espero ter a oportunidade de ler. Eu achei a capa lindíssima!

Caverna Literária disse...

Que bacana o livro! É legal ler mais sobre as experiências dos autores e como até mesmo eles, agora famosos, já tiveram suas falhas e aprenderam com elas. Um dia com certeza lerei!

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

Raquel disse...

Vi esse livro na vitrine da Livraria Cultura e fiquei muitooo a fim de ler! Nem sabia do que se tratava, mas a JK não faz coisa ruim, já está na minha listinha, espero ganhar de Natal, hahaha x)

Beijinhos :D
tipsnconfessions.blogspot.com

Carolina Santos disse...

Vi muitas críticas positivas em relação a esse livro dela mas eu vou deixar leitura passar não cheguei a ficar tão interessado em ler o livro

Naiara Fidelis Da Silva disse...

A primeira vez que vi este livro eu não sabia sobre o que se tratava então fiquei animada em conferir. Porém, depois que fiquei sabendo que era sobre um discurso que a autora tinha apresentado, confesso que desanimei rsrs.

Marta Izabel disse...

Oi, Alê!
Fiquei muito surpresa quando descobri que esse livro é um discurso que a J.K. Rowling fez para uma turma de formandos, sem dúvida esses formandos ficaram muito emocionados com as palavras da J.K.!
Bjoss

Ana I. J. Mercury disse...

Aiii Alê, que resenha linda!
Quero muitoooooooo esse livro!
Ainda não pude comprá-lo, mas tô louca por ele. Eu já vi o vídeo do discurso dela, é lindo mesmo, e lendo a gente absorve mais né!
Beijocas

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger