sexta-feira, 15 de abril de 2016

RESENHA: Mr. Mercedes

“Hodges leu que há poços tão fundos na Islândia que você pode jogar uma pedra lá dentro e nunca ouvir o barulho dela batendo na água. Ele acha que algumas almas humanas são assim.” (KING, 2016, p. 34). 

***

Desde que vi Mr. Mercedes em pré-venda, o livro imediatamente entrou na minha lista de maiores expectativas literárias. A razão é simples: não apenas sou fã de Stephen King, mas também de literatura policial. Então, nada poderia ser mais promissor que um thriller policial escrito pelas mãos habilidosas do Mestre do Terror. 

Bill Hodges foi o detetive encarregado de investigar o massacre que ocorreu em uma feira de empregos, ocasião em que um serial killer atropelou os trabalhadores que aguardavam na fila, matando oito pessoas. O assassino, apelidado pela mídia de O Assassino do Mercedes, escapou ileso. Meses depois, quando Hodges já aposentou o distintivo de policial, ele é contatado pelo assassino e dessa vez contará com a ajuda de uma dupla improvável para capturá-lo. 

Sempre admiro autores que tem a ousadia de deixar claro quem é o assassino desde o início da estória. Trata-se de uma abordagem arriscada, pois a falta de mistério quanto a identidade do vilão pode acabar com o suspense, o que definitivamente não aconteceu neste caso. O cerne de Mr. Mercedes é acompanhar o emocionante jogo de gato e rato protagonizado pelo detetive e pelo assassino. 

O livro — que conta com uma narrativa em terceira pessoa que mostra ambos os pontos de vista — tem um ritmo mais vagaroso nos seus primeiros capítulos, devido a apresentação dos personagens, de seus históricos e da contextualização do caso. Mas mesmo assim, King consegue fisgar a atenção do leitor desde o início, mantendo-o interessado durante toda a jornada e não apenas no resultado final. 

O desfecho é uma corrida alucinante para impedir que o serial killer ataque novamente, sendo de longe o ápice do livro. As últimas cem páginas esbanjam emoção e adrenalina, de modo a manter o leitor completamente submerso na estória. 

O que mais se destaca em Mr. Mercedes são os personagens. Hodges é o policial aposentado que acaba ficando sem uma razão de viver e que chafurda em frente à TV com pensamentos suicidas. Outro personagem que me surpreendeu ao roubar a cena foi um dos ajudantes de Hodges, que experimentou uma grande evolução ao longo da trama. Como de costume, King desenvolveu até mesmo personagens coadjuvantes. 

O autor também fez um trabalho fantástico mostrando como o assassino se tornou quem é, descascando suas várias camadas, e talvez este seja um dos aspectos mais interessantes da obra. Entretanto, ele também é o ponto em que reside minha única crítica: me pareceu que o assassino possui uma natureza mais lunática do que malévola. Ou seja, seus atos de violência originavam-se de sua loucura, e não de uma personalidade essencialmente má. Não que ele seja um antagonista fraco, mas considerando o rol de grandes vilões que King já criou, O Assassino do Mercedes acaba por não se destacar.

Apesar de não ter se tornado meu livro preferido, Mr. Mercedes parece ser o início de uma saga promissora, tanto em virtude dos personagens, quanto em virtude dos inúmeros rumos que a estória poderá tomar considerando o gancho deixado ao final. 

Em Mr. Mercedes, King escreve sobre um mundo palpavelmente real, onde coisas ruins acontecem e nem sempre o bem prevalece. O terror não se encontra em monstros ou demônios, e sim no homem, na sua loucura e na sua maldade. Encerro esta resenha reconhecendo o óbvio: King comprova de forma derradeira que suas habilidades como escritor não estão restritas a um gênero literário. 

O segundo livro da série, Achados e Perdidos, será lançado em maio. 

Título: Mr. Mercedes (exemplar cedido pela editora)
Autor: Stephen King
N.º de páginas: 393
Editora: Suma de Letras



23 comentários:

Sávio França disse...

Olá!
Ainda não conheço a escrita do Stephen King, mas gostei muito de conhecer "Mr. Mercedes".
Gosto muito do gênero policial, e de livros que contém serial killer. Acho que irei gostar desse livro.

Abraço!
http://tudoonlinevirtual.blogspot.com/

Silviane Casemiro disse...

Ooi! Eu adoro a escrita de King, mas é um autor que tira totalmente da zona de conforto, portanto para eu ler preciso estar muito interessada na obra em questão. Romance policial não é um dos meus favoritos, apesar de achar legal livro em questão acabar mostrando o assassino logo de cara. Gosto desse aspecto e acredito que se for bem feito deixa a obra excelente (e bom é King né).
Beijos
Sil - Estilhaçando Livros

Carla A. disse...

Oi, Alexandre! Sempre que visito vocês fico com vontade de ler mais obras do King, já que vez ou outra algum livro dele aparece por aqui. Gosto de livros policiais bem trabalhados e que não sejam superficiais, então acho que "Mr. Mercedes" me agradaria bastante. E é triste chegar a conclusão de que, no fim das contas, seres humanos podem ser mais assustadores que qualquer monstro ou fantasma.

Beijos, Entre Aspas

Maria Fernanda Pinheiro disse...

Tenho muita vontade de ler algum livro do KING, ele parece ter um fantástico modo de fazer um mistério e uma história fantástica, também acho legal mostrar logo o culpado no inicio do livro

Thalita Branco disse...

Olá Alê!
A sequencia já vem em maio? QUE MARAVILHA!
Adorei a sua resenha e concordo em vários pontos. O vilão me lembrou muito o Francis Dolarhyde de O Dragão Vermelho. Adoro quando King mete medo não com o sobrenatural, mas sim com aquilo que é palpavel. Também não entrou para os meus favoritos do autor mas curti muito a leitura.
Bjs

EntreLinhas Fantásticas - MEGA SORTEIO DE ANIVERSÁRIO! LANÇAMENTO STEPHEN KING + TIMOTHY ZAHN E RENATA VENTURA AUTOGRAFADOS!

Gabriela CZ disse...

E eu me perguntando se algum dia darei conta de ler uma quantia considerável de livros do King. Já queria muito ler esse livro, Alê. E pelo simples fato de que é algo de Stephen King. Agora seus comentários me deixaram ainda mais curiosa e interessada. Preciso ler. Ótima resenha.

Beijos!
http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

Bruna Lago disse...

Eu adoro livros policiais. To com um aqui que não vejo a hora de começar.
Eu gostei de sua resenha logo de inicio, no parágrafo que você copiou do livro. Incrível! Fiquei curiosa e animada pra ler esse livro, ainda mais por ser uma serie.
Bom dia !

Vida de Leitor disse...

Oii Ale, nunca li nada do Stephen King ainda, mas como só leio resenhas positivas sobre suas obras, imagino que nunca me arrependerei quando ler.


Beijos,
Natália.

www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

Vic disse...

Sou louca pra ler algo do King, quem sabe não leio esse, fiquei super interessada.

Abraços.
aressacaliteraria.blogspot.com.br

Desbravador de Mundos disse...

Olá, Alê.
Estou com o livro em casa; será uma das minhas próximas leituras.
Adoro quando o King opta por colocar o próprio homem como o monstro, o que é bem perto da nossa realidade. Isso, sem dúvidas, torna o enredo bem mais próximo do leitor.
Quanto a mostrar quem é o assassino desde o começo, realmente é uma proposta bem arriscada. Porém, mesmo sem mistério, King sempre consegue surpreender.
Torço para gostar da obra tanto quanto você.

Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

Theresa Cavalcanti disse...

Tenho muita vontade de ler algo desse autor, tem muita gente falando super bem dele.

Elivelton Lopes disse...

curti a resenha..

http://www.vestigiodelivros.com.br

Caverna Literária disse...

É bem arriscado mesmo revelar o assassino logo de início, mas né, é o SK. Seria legal livros na versão do próprio assassino, algo que li bem pouco até então. Adorei a resenha, o SK é um autor que sempre surpreende, mais tenebroso que monstros só o ser humano mesmo

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

Tony Lucas disse...

Oi, Alê! Tudo bem? "Mr. Mercedes" foi o meu pedido de março da Companhia das Letras, mas ele acabou se atrasando e ainda não chegou aqui em casa :/ Espero que ele chegue logo, pois estou doido para lê-lo. Adorei sua resenha! Os pontos negativos ressaltados por ti na resenha não diminuíram minha vontade de ler o livro e os positivos só fizeram com que ela aumentasse! :D

Abraço

http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

Rafaela. disse...

Oi, Alê!

Não sabia que seria uma série, nem que se tratava de um romance policial. Fiquei intrigada para saber como foi para King escrever outro gênero, mas, pela sua resenha, ele o fez com maestria. Bons autores são assim. Apesar de sua ressalva quanto ao vilão, achei a história incrível e estou muito curiosa para lê-la, especialmente por saber que a trama segue por outro caminho e expõe ao leitor logo de cara quem é o assassino.

Ótima resenha!
Beijocas.
http://artesaliteraria.blogspot.com.br

Carol Hermanas disse...

Eu nunca li nada desse autor, mas tenho vontade :)
Gostei muito da premissa do livro e da sua resenha.Parece muito boa.


Beeijão :)
http://carolhermanas.blogspot.com.br/

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, Alê!
Eu estou louca por esse lançamento do King, mas vou esperar lançar logo tudo pra começar a ler porque não quero morrer de curiosidade hahahahahhah
Beijos
Balaio de Babados

Carolina Garcia disse...

Olá, Alê!

Gostei muito do seu texto. Mr. Mercedes me chamou a atenção, mas a crise está me obrigando a segurar os bolsos e ir anotando os títulos para compras futuras! Hahahaha

Gosto da adrenalina de histórias assim e estou bem curiosa quanto ao final!

Bjs

livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

Naty Araújo disse...

Oi, Alê.
Bom saber que você gostou do livro. Aliás, quando o assunto é King não é nada difícil isso, né?
Pena que não se tornou um dos melhores, mas fiquei curiosa para ler e, assim como você, desde a pré-venda estou querendo. Espero adquirir antes de chegar o próximo volume.

http://revelandosentimentos.blogspot.com.br - Top Comentarista. 2 livros para o vencedor

Giulia Fragale disse...

Olá!
Vi esse livro na livraria, mas a capa nunca me despertou muito interesse...mas gostei demais da sua resenha, me deixou bem curiosa. Dei uma pesquisa agora e vi que será uma trilogia! Eles adoram maltratar a gente, né? Hahaha

Beijos,
Giulia | www.1livro1filme.com.br

Camila Monteiro disse...

Estou doida por essa obra. Mal posso esperar para ler. Adorei sua resenha. Só me aguçou um pouco mais hahahah

>> Vida Complicada <<

Marlene Conceição disse...

Oi Alê.

Esse livro me pareceu ser uma leitura surpreendente, gosto bastante de livro de romances policiais, ainda não tive o prazer de desfrutar da escrita do Stephen King, mas ja ouvir e li muitos elogios sobre a escrita do autor, muita ousadia do proprio ja logo no começo revelar quem é o assassino.
Fiquei bastante curiosa para conferir essa obra.
Boa Tarde.

Mariana Ogawa disse...

oie alê,

eu fico meio desconfiada quando eu leio uma resenha sua de um livro do king, pq eu sei q vc é fã. mas, king é king e dispensa apresentações.
eu não sabia que o livro era uma série, mas desde do lançamento ele entrou na minha lista dos desejados pelo mesmo motivo king + policial
espero ter oportunidade de ler em breve

Postar um comentário

 

Além da Contracapa Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger